Aurora, o anjo musical

x

Eu sou amante do k-pop (me deixa alegrinha), mas também escuto outros estilos. Sou muito exigente com o que eu escuto, por motivos de: o que a música me faz sentir. Lembrando que não se trata da letra, não se trata do som, mas sim de todo o sentimento por trás da produção da música (o que a pessoa sentia enquanto escrevia, por exemplo). É isso que eu sino e sei que não é algo que a maioria das pessoas conseguem sentir. E tudo bem. 

Tá. 

Dai um dia, depois de não ter dormido ou ter acordado bizarramente cedo (não faz nem muito tempo, mas não me recordo tão bem), tipo umas quatro da manhã? Algo assim. Uma página publicou o vídeo legendado da música Warrior. Tema que, eu adoro. Adoro falar sobre o amor (universal). E ao ouvir aquela música... eu senti que precisava saber mais sobre quem era ela.  

Fui pesquisar mais sobre ela. 
E que mulher! 
Amém ~sono bizarro~ meu. 

x

Ouvi uma música, outra, outra. Ia atrás da tradução. E as lágrimas vinham, junto com um sentimento de "nossa, ela me entende tão profundamente" ou "eu me sinto exatamente assim". Eu chorava, com um sentimento de "está tudo bem" tão forte, que eu não sei explicar. Aurora pode ser resumida como sendo tão doce e ao mesmo tempo tão forte. Tão leve e tão profunda. E é justamente por ser tão leve que ela consegue ir aonde ninguém mais consegue e com maestria. Eu fiquei encantada! Essa mulher, sabe como tocar uma alma humana exatamente da forma que ela deve ser tocada.

Achei uma página dedicada a ela por fãs brasileiros e lá, tava traduzido um vídeo onde ela explicava o que estava por trás do álbum. E então eu entendi tudo. Se trata de fazer pazes com momentos ruins do passado, olhar pra eles numa outra perspectiva. Gente, se eu chorei novamente? Sim, chorei. E fez sentido o conforto e o acolhimento que senti em seu trabalho. Era justamente a intenção dela. E o jeito que ela fala sobre fazer música... é lindo de se ver. Chorei por isso também. Chorei por ela ser tão linda e maravilhosa e por permitir isso se refletir em arte e espalhar pelo mundo. Chorei por ter conhecido uma alma tão linda na Terra. 

Isso pode parecer exagerado, mas eu não gosto de muitas coisas, pra ser sincera. Então quando eu gosto de algo e ainda mais, quando algo me toca e me transforma da forma que Aurora fez, eu não consigo e nem faço questão de controlar o sentimento que aflora em mim. Vou deixar aqui minhas músicas favoritas dela, no momento. Maaaaaaaas, escute mesmo. Não se apegue aos trechinhos que eu coloquei, em algumas eu prefiro a letra (poesia pura) e em outras eu prefiro a melodia + voz dela. Uma das músicas que selecionei... é como se os anjos estivessem cantando para você. Espero que ela te toque, como me tocou. Que ela acalme o teu coração, como acalmou o meu.

"Tudo que eu preciso é lembrar
Como era me sentir viva"

"Eu fui longe demais e beijei o chão sob seus pés
Implorando por seu amor, pedindo para os nossos olhos se encontrarem"


"Eu preferiria ver este mundo através dos olhos de uma criança
(...)
Eu preferiria sentir este mundo através da pele de uma criança
(...)
Eu preferiria me sentir viva com uma alma de criança"



"E eu estava correndo para muito longe
Eu fugiria do mundo algum dia?
Ninguém sabe, ninguém sabe"

"Guerreiro, guerreiro do amor.
Debaixo do céu escurecido
Há uma luz
Mantida viva"

Eu poderia até tentar deixar o post curtinho, mas seria impossível pra uma escorpiana nata que nem eu. Quando eu gosto de algo é sempre assim, né? hahaha Enfim... Aurora conquistou meu coração e é tão bizarro, vejo umas entrevistas dela e temos então, algumas coisas em comum... tipo querer morar no meio meio do mato numa casa pequena e sozinha (no meu caso, acrescento bichinhos de estimação), de acreditar em elfos, de conversar muito sozinha, de sentir coisas que ninguém mais sente... Queria ser amiga de infância dessa criatura maravilhosa. Mas me contento com a música dela, que já é maravilhosa o suficiente. 

Ana Débora, com carinho e gratidão
aurora me fez ainda mais: 
grata, calma e com alma

Como você se trata?


Eu entrei num processo de desintoxicação em relacionamentos pessoais e a ressaca moral, emocional e psíquica, pareciam que não iriam acabar nunca. Mas acabaram. Mas não é uma limpeza real se a gente não se revisar também. Se algo muito ruim aconteceu em nossa vida e isso foi se repetindo com um certo padrão (sabe quando a gente solta um "por qual motivo isso sempre acontece comigo?", abre o olho, migaaaaa), é que a lição não havia sido aprendida. Você ainda não mudou o que deveria ter modificado. É sério! hahaha E isso não tem haver só com espiritualidade não. É algo bem óbvio, até. No sentido lógico da questão mesmo. Eu aprendi um bocado com isso e não sou do tipo que guarda o que descubro, então vim contar algo sobre isso para vocês. Talvez te ajude! c:

Tem gente que diz assim "eu devo ser uma pessoa ruim, pois só atraio gente assim". Bom, talvez você seja realmente uma pessoa que alimenta o lado ruim mais do que o bom... só que você não percebe. A gente sempre repara no modo que tratamos o outro. E algumas vezes, como o outro nos trata. Mas, ei. Como você se trata? Você é gentil com você? Você cuida da sua alimentação, do seu sono, do seu prazer? Você entende seus erros e fracassos? Você se trata de forma igual a que trata os outros ou não liga tanto assim pra você?

Teve uma coisa que eu demorei muito pra perceber... que os outros nos tratam, como a gente se trata. As coisas mais essenciais da vida, ninguém ensina pra gente. É impressionante! Inclua o amar a si mesmo nessa lista! E inclusive o que já falei aqui, que o seu projeto de vida é você mesmo. E como num filme/livro famoso disse por aí e é uma verdade verdadeira: a gente aceita o amor que a gente acha que merece. E isso não é apenas no amor, isso se estende pra tudo na vida. É no respeito, nas palavras, na sinceridade e por aí vai.


Então por isso, eu te pergunto: como você se trata? Pense nisso com cuidado. Vá com calma. Geralmente a gente não para de fato para pensar nisso. Somos criaturas cheias de baixa auto-estima e de cobranças constantes. É uma misturinha do terror e a gente bebe ela todo dia, se deixar. E pode ter itens ainda piores no meio disso tudo. A gente não se repara muito, né? Ninguém nos ensina a cuidar da gente. Ninguém nos ensina a lidar com nossos sentimentos, principalmente os piores. Aqueles que quando a gente sente quando criança, somos silenciados pelos adultos. Justamente aonde se necessita mais atenção. Mas é bom que a gente cresce e nos tornamos nossos próprios adultos. Então podemos nos ouvir e nos curar.

Então cuida de você, tá? E cuida bem. Com amor, carinho e atenção. Pois você merece. Se trate bem e só aceite aquilo que te soma, te acrescenta. Começando por você. E aceite que você merece tudo que é de bom! Aceite! Aceite aquele amor seguro, aceite aquela amiga que nunca te larga a mão, aceite aquele emprego que te fará tão bem. Aceite que você merece tudo isso, pra que quando chegar, você reconheça e  não os deixe ir. E que sim, os agarre com todo o seu coração e força!

Se cuide bem, com amor, carinho e compreensão. Ande do seu lado, se dê a mão. Não abra em hipótese alguma, mão de você.

Ana Débora, com carinho e gratidão
fiquei inspirada do nada... hahaha