Sobre aprender a ser amada, pessoas e pontes


Eu já escrevi aqui no blog que, durante um tempo, eu me afastei totalmente das pessoas. O histórico que eu tinha com elas, realmente não era muito bom, somado a depressão que eu tinha e a visão negativa das pessoas. Eu sempre fui muito na minha, uma época eu mal saia de casa e quando resolvia sair, sempre tava metida em alguma fofoca ou confusão que fulana ou ciclana inventavam e me colocavam no meio. Essas coisas me deixavam tão tristes, que fui me afastando de todos. Como já comentei, até quem era ovelha eu tratava como um verdadeiro lobo. Assim, eu fui desaprendendo a criar pontes e a criar mais e mais barreiras e fui perdendo o costume de ser amada. Pois coloquei na minha cabeça que ninguém prestava e iam sempre me magoar. 

Ainda bem que a gente muda. 

Depois de eu ter passado por pessoas que realmente me fizeram coisas não tão boas mas também ter pessoas que me ajudaram muito, teve uma frase que eu li e mudou a minha vida e ela sempre voltava pra martelar em minha mente (já tem bem mais de um ano que eu a li, viu?). Era a legenda de uma foto e o cara dizia basicamente que "me desculpe se você acha que só tem gente ruim no mundo, eu só conheço pessoas maravilhosas" e eu tomei aquele choque básico de realidade.

Já faz um tempo que minha visão sobre as pessoas vem mudando e creio que dessa vez, é definitivo. A gente tem que ver o outro como ele realmente é. Todo mundo tem qualidades e defeitos. Todo mundo tem luz e sombra. E cabe a nós decidirmos quem convém ou não, a gente caminhar junto. Convém a cada um de nós, decidir se iremos construir uma ponte juntos ou não. Não é todo mundo bom. Não é todo mundo ruim. Chega dessa dualidade toda. Nós somos todos seres humanos imperfeitos e tentando sobreviver a nossa própria maneira. Algumas formas não tão saudáveis, mas dentro do que conseguimos, vamos todos tentando. 


Eu já me guardei demais. Me escondi demais. E o final, pra quê? Eu fingir que não tenho um coração sentimental só me faz chorar minhas feridas e mágoas sozinha depois. O coração se fere do mesmo jeito. E é até pior, pois ai a possibilidade de cair na visão negativa sobre as pessoas é ainda maior.

Sabe o quê? A gente tem que parar de nos vermos como inimigos, brigando o tempo todo, sempre querendo ter razão. E gente, sério, pra quê? O que é que a gente realmente ganha no final do dia em coisas boas? O quê? E tendo essa visão negativa, só afasta as pessoas de corações que sabem amar. Se encontrar uma pessoa que não sabe, basta se afastar. Melhor ter que se afastar do que não te faz bem do que afastar até o que te faz bem, né? Pois ninguém vive só.

E aceite sim, que tem pessoas boas por aí. Pois elas amam mesmo e você merece é esse amor. Se você achar que é todo mundo meio pombo, você só vai aceitar uns amores meio bosta e você não merece isso. Tem pessoas boas, com sentimentos maravilhosos para serem compartilhados! Não se coloque em um casulo e se feche nele. Eu nunca mais comentei sobre o projeto do Casulo às Asas, mas ele nunca parou. Mesmo que eu tivesse dado uns passos para trás. Ele não pode parar, assim como eu não posso. 

Eu estou reaprendendo que é bem melhor criar pontes, pois não dá pra viver isolada. Que as pessoas são o que são. Eu só tenho que selecionar as que vibram como eu vibro. E mais do que isso, eu tô reaprendendo a ser amada. E sabe o quê? Eu não mereço apenas o meu amor, eu mereço o melhor de todos os tipos de amores do mundo inteiro! Todos nós merecemos.

Repito a frase que escrevi uma vez e acabo repetindo sempre: escute você, cuide de você, ame você. E deixe que escutem você, que cuidem de você e que amem você. E se permita também ouvir o outro, cuidar do outro, amar o outro. É disso que a gente precisa.

Ana Débora, com carinho e gratidão

2 comentários:

  1. Texto mais que inspirador! Fico muito feliz por você, de verdade, por esse novo ponto de vista que vem te fazendo tão bem ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Lari! Me deixa feliz saber disso. <3

      Excluir

Obrigada pela visita e obrigada por comentar.
Comenta com carinho. *3* hahaha